redacao@gritoregional.com.br     (67) 9 8175-8904

Tudo sobre a região do Anhanduizinho

Tudo sobre a região do Anhanduizinho

Campo Grande, sábado, 19 de outubro de 2019.

Cidade Limpa

Ação no bairro Lageado aconteceu na hora exata, pois os próximos dias na Capital, serão chuvosos

Por Gilson Giordano em 06/10/2019 às 09:23

Volume de lixo retirado foi grande que precisou de uma pá-carregadeira e caminhões caçamba para o retirada e trasporte (Foto: Divulgação)

A ação desenvolvida pela Prefeitura Municipal de Campo Grande, com a realização de mais uma etapa do Projeto Cidade Limpa, foi desta feita providencial, pois, conforme o Inmet, ao longo da semana a Capital de MS terá o período chuvoso e com isso, o risco da proliferação do mosquito Aedes Aegypti transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Desta feita a ação foi realizada no bairro Lageado, que é formado pelos parcelamentos Parques do Lageado e do Sabiá, os Loteamentos Municipais Parque do Sol e Dom Antônio Barbosa, Jardim Colorado e o Residencial José Teruel Filho.

No local, equipes formadas por funcionários da Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais (CCEV), da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), que contou com o apoio da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep), permaneceram no período de 30 de setembro a 4 de outubro e juntos, recolheram 2,5 toneladas de resíduos de grande volume e duas toneladas de pneus, totalizando mais de quatro toneladas de depósitos que descartados indevidamente se tornariam potenciais criadouros do Aedes aegypti.

Além das carcaças de computadores, do local foram retirados mais de duas toneladas de pneus (Foto: Divulgação)

Além do recolhimento dos materiais, os agentes da coordenadoria também percorreram casas  e comércios orientando os moradores quanto aos procedimentos para evitar a proliferação do mosquito bem como, realizando a vistoria em terrenos baldios.

O secretário de saúde José Mauro Filho destaca a importância das ações preventivas e do trabalho efetivo no combate ao mosquito, que exigem maior atenção em decorrência do retorno das chuvas.

“Essa é uma ação extremamente importante porque ao oportunizar ao morador um local para que ele faça o descarte correto deste material à gente evita que o mesmo se torne um potencial criadouro. Desta forma conseguimos reduzir os índices de infestação e, conseqüentemente, a transmissibilidade das doenças provocadas pelo mosquito  ”, disse.

No local, os moradores descartaram jogos de sofás, geladeiras, carcaças de computadores, fogões, carrinhos de mão, pias de cozinha, banheiras de plástico, móveis, armários de aço e máquinas/tanquinhos de lavar roupas.

O Projeto Cidade Limpa é fruto de uma parceria entre as secretarias municipais de Saúde (Sesau), Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep) e Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb) e contou com o apoio da Águas Guariroba e Solurb.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





Exibir botões
Esconder botões