redacao@gritoregional.com.br     (67) 9 8175-8904

Tudo sobre a região do Anhanduizinho

Tudo sobre a região do Anhanduizinho

Campo Grande, terça-feira, 15 de setembro de 2020.

PROCON-MS

Equipe do órgão autua supermercado localizado no Jardim Centro-Oeste por vender produtos com datas vencidas

Por Gilson Giordano em 11/09/2020 às 15:33

Dezenas de produtos com prazo de validade vencido e impróprios para o consumo foram retirados da prateleira (Fogo: Divulgação)

Equipe da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (PROCON-MS), através de denúncias, atuaram nesta sexta-feira (11) um dos mercados integrantes de uma rede com loja em vários bairros da Capital de MS e entre eles, no Jardim Campo Nobre, no bairro Centro-Oeste, localizado na região do Anhanduizinho.

De acordo com a nota, o mesmo por repetidas vezes vem sendo autuado pela Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – PROCON/MS, que realiza operações de fiscalização em atendimento a denúncias de consumidores ao detectarem irregularidades em produtos  expostos à venda.

Desta vez,  ao se deslocar à Rua Campo Nobre no Jardim do mesmo nome, no bairro Centro-Oeste, a equipe do PROCON-MS Estadual flagrou, entre outros, produtos com prazo de validade  expirado, sem informações básicas ou sem condições de  comercialização por armazenamento de forma inadequada ou estarem apodrecidos, confirmando o que relataram  consumidores.

Com prazo de validade expirado estavam expostos a venda produtos diversos entre os quais pudins e doces de fabricação própria, biscoitos, cookies e torradas além de oito embalagens de trigo, embalagens de 1 kg. Sem informações essenciais e necessárias, estavam sendo comercializados normalmente.

Por ocasião da ação, integrantes da equipe de fiscalização, juntamente com funcionários do estabelecimento promoveram o descarte de todo o material impróprio que também foi inutilizado de modo a não poder voltar às prateleiras. Os fiscais entenderam como oportuno orientar tanto a direção como funcionários do supermercado a respeito da necessidade de manter boa relação de consumo tendo em mente que é preciso suspender a venda de produtos impróprios, evitando ser alvo de autuação e possível multa.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





Exibir botões
Esconder botões