redacao@gritoregional.com.br     (67) 9 8175-8904

Tudo sobre a região do Anhanduizinho

Tudo sobre a região do Anhanduizinho

Campo Grande, sexta-feira, 24 de maio de 2019.

De forma brilhante, Vó Maria conquista título no 25º Campeonato de Futebol Arena Campo Nobre

Por Gilson Giordano em 20/08/2018 às 16:43

Comandado pelos jogadores Uellison Santana, Agnaldo e Careca, time do Vó Maria atravessou a cidade para conquistar o título de campeão (Foto: Facebook)

A festa do futebol amador na Capital do Estado foi iniciada sábado (18) à tarde na Arena Campo Nobre, localizada no bairro Centro-Oeste, na região do Anhanduizinho que ficou completamente lotada para assistir os jogos que marcaram o encerramento do 25º Campeonato Arena Campo Nobre que foi promovido e organizado pelo presidente da Associação de Moradores do bairro Júlio Cesar de Souza e Antônio Coronel, com o apoio do vereador Ademir Santana.

Nem mesmo o intenso sol que literalmente tomou conta do local da partida afastou o público que foi estimado em torno de três mil pessoas que se acotovelaram em torno do campo, cada qual buscando o melhor ângulo para acompanhar os jogos da programação e principalmente a decisão que chamou a atenção de forma geral dos torcedores dos quatro cantos da cidade.

Se a tarde foi de festa para a torcida que acompanhou uma grande partida válida pela decisão da competição que reuniu 32 equipes, também quem fez a festa foram os vendedores ambulantes que “ganharam um troco a mais” no sábado ensolarado na Capital do Estado de MS.

À tarde de decisão foi aberta logo às 14h, com uma partida beneficente entre as equipes dos Amigos do Júlio x Amigos do Damásio que sem cunho competitivo, acabou conseguindo a meta que era de arrecadar alimentos para serem doados as famílias carentes moradoras na localidade e o jogo acabou empatado em quatro gols, o que evidenciou a festa.

Após esse jogo e com a torcida ainda chegando, as atenções estavam voltadas para a partida que apontaria a terceira melhor equipe do campeonato que sairia do jogo entre as equipes do Amigos do Mosquito e Borracha que ficou temidamente conhecida como “A.M.B” que enfrentou a equipe da Borracharia Grachain.

Como o jogo foi entre duas equipes que coincidentemente tem a “Borracha”, no nome, o A.M.B. tratou logo de passar “borracha” no adversário a quem venceu impondo a mesma categoria apresentada ao longo da competição e com sobras venceu por 3 x 1, ficando com a terceira colocação do campeonato levando além dos troféus, o premio de R$ 1 mil enquanto que a Grachain,  ficou apenas com a premiação de R$ 500.

A essa altura, a tensão já estava a mais de mil, pois estava aos poucos chegando a hora da decisão e feita por duas equipes que avançaram de fases, passando pelo vestibular do “mata-mata”.

De um lado, a equipe do Ferro Velho do Tata, time do futebol amador em ascensão na Capital e vinha de grandes resultados em outras competições que também disputa e do outro lado, o time do Vó Maria, reforçado com alguns jogadores que já defenderam equipes de profissionais na Capital e entre eles Uellison Santana, Agnaldo, Sapinho e o atacante Careca.

O jogo muito bem dirigido pelo árbitro Alan Larios Lezzo eu foi firme tanto na parte técnica e principalmente na disciplinar, fato esse que contribuiu ainda mais para o sucesso do evento que teve a solenidade de abertura com a entrada das duas equipes juntas ao gramado, carregando o Pavilhão Nacional, a execução do Hino Pátrio e é claro, o cumprimento entre os jogadores para evidenciar que naquele momento, eles eram apenas adversários, mas não inimigos e com essa filosofia o jogo foi disputado dentro da maior lisura possível.

Equipes, árbitro e organizadores perfilados durante a execução do Hino Nacional ue foi muito festejado pelos torcedores (Foto: Facebook)

Nos minutos iniciais, o time do Vó Maria, com os jogadores Uellison Santana e Agnaldo, predominou territorialmente e sufocava a defensiva do Ferro Velho do Tatá que por sua vez, esperava apenas uma bola, para tentar o contra-ataque, fato esse que acabou acontecendo aos 8 minutos do primeiro tempo quando o jogador Dedinho aproveitou da bobeira da defensiva do Vó Maria, para abrir o marcador e proporcionar uma verdadeira festa aos torcedores da equipe que lotaram praticamente um lado do alambrado.

Uma parte dos torcedores que foi chegando para acompanhar a decisão que agora também faz parte do calendário do futebol amador na Capital (Foto: Facebook)

 A exemplo da partida válida pela semifinal, o time do Vó Maria, de novo, saia atrás do placar e teria que jogar o dobro para tentar chegar á vitória, pois essa  valia o título. E foi o que o time fez. Sem dar tempo para o time do Ferro Velho do Tatá comemorar o gol, logo na saída da bola, também aproveitando da bobeira desta feita da defensiva do adversário, Mazinho empatou.

O jogo seguiu com o domínio do Vó Maria que não custou a chegar marcação do segundo gol e mais uma vez Mazinho, através de jogada ensaiada desempatou e com a vantagem por 2 x 1, o Vó Maria  foi para o intervalo.

Na volta para o segundo tempo, apesar da vantagem do time do Vó Maria e domínio imposto pelo mesmo, ninguém apostava ainda na vitória da equipe do bairro do Santo Amaro, pois o Ferro Velho do Tata dava sinais evidentes de estar vivo no jogo e fustigava a defensiva adversária. No entanto, com o passar do tempo, o desespero foi tomando conta do time do F.V.T que praticamente se lançou de certa forma desordenada para o ataque, proporcionando melhor triangulação nas armações das jogadas do Vó Maria que aumentou o placar através de Júlio e Careca, em mais uma jogada ensaiada, a que se repetiu ao longo da partida, deu números finais ao jogo e a partir de então  o time tocou inteligentemente a bola até o apito final  e a consagração do time Vó Maria, em um dos mais  competitivo e organizados campeonatos de futebol amador da Capital de MS.

Após a partida, o vereador Ademir Santana entregou o troféu de campeão e a premiação no valor de R$ 11 mil ao time campeão.

Em seguida, Júlio César de Souza, agradeceu a participação de todos, principalmente das 32 equipes que ao longo de quatro meses proporcionaram momentos de lazer e descontração na arena Campo Nobre e bem como, dos que contribuíram na partida beneficente.

“O que dizer de mais um trabalho finalizado? Só tenho a agradecer a Deus, por proporcionar a realização desse campeonato, que faço de todo coração. Agradeço as 32 equipes participantes desse campeonato. Parabéns à equipe Vó Maria pelo título. Agradeço também ao vereador Ademir Santana Delmondes e aos demais colaboradores desta competição. Vamos que vamos, a luta não pode parar, não posso esquecer de agradecer aos amigos que vieram fazer sua doação ao nosso futebol Solidário obrigado de coração”, disse Júlio que agora pretende tirar uns dias para recompor as energias.

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





Exibir botões
Esconder botões