redacao@gritoregional.com.br     (67) 9 8175-8904

Tudo sobre a região do Anhanduizinho

Tudo sobre a região do Anhanduizinho

Campo Grande, terça-feira, 29 de outubro de 2019.

Arena Campo Nobre

Campeonato conhecerá neste sábado os finalistas da atual temporada: Vó Maria, F.V. do Tata, Irmãos Luiz ou Tiradentes

Por Gilson Giordano em 23/08/2019 às 16:02

Após eliminar dois adversários de “peso”, time do Tiradentes é visto com mais respeito para jogo da semifinal (Foto: Arquivo)

Nas tardes de sábados e já no início da noite, à medida que os refletores vão sendo desligados e nas manhãs de domingo, quando os torcedores aos poucos vão deixando o alambrado que cerca o campo da Arena Campo Nobre, evidenciando o fim de mais uma rodada, desta feita, o mesmo local se prepara agora para o fim de mais um campeonato, desta feita o 27º, disputado na arena Campo Nobre, no bairro Centro Oeste, na região do Anhanduizinho, que mais uma vez conseguiu reunir uma série de atributos, que faz do mesmo, um dos mais famosos e importantes na cidade, e se destacada pela organização, qualidade técnica demonstrada pelos times participantes, disciplina, mas que agora, se prepara e neste sábado (24), escreverá a penúltima parte de mais um capitulo vitorioso no futebol amador da Capital de MS, ocasião em que serão conhecidos os dois finalistas da referida competição.

Promovido e organizado pela Associação de Moradores do Jardim Campo Nobre, através do presidente Júlio Cesar Souza Silva que ao lado de Antônio Coronel e com os apoios do vereador Ademir Santana e do deputado estadual Jamilson Name, com os patrocínios da Planeta Esportes e Versátil Camiseteria,  todos juntos, conseguiram em pouco mais de quatro meses, proporcionar momentos de lazer, alegria e até mesmo felicidade para parte dos moradores de uma região tão carente de atrações culturais e nesse vácuo, o esporte, na modalidade de futebol, vem conseguindo preencher essa lacuna e com isso, a cada campeonato, aumenta o número de pessoas entre as torcidas que também de outros bairros carentes, vão se aglomerando e de repente ultrapassam a casa de mil pessoas por rodada, que é composta por quatro jogos.

Campeonato

Nesta temporada, o 27º Campeonato de Futebol Amador Arena Campo Nobre, que na verdade de arena nada tem, mas tem sim e muito, o respeito pelo público, organização e disciplina, foi iniciado no dia 20 de abril.

A partir daquela data, o quadrilátero que cerca o campo de futebol, passou a viver momentos de êxtases, afinal, ali era o ponto de encontro de milhares de pessoas, dos mais variados bairros da Capital e esse encontro, significou a movimentação no comércio dos ambulantes que tiveram nesse período, uma renda a mais vendendo as mais diversas guloseimas e com elas, faturando um “trocado” que ajudou e muito no orçamento familiar.

Mas, como diz o ditado, tudo que é bom dura pouco e o campeonato, tal como um “furacão” esta chegando ao seu momento derradeiro e com ele, fica a pergunta: “quando os moradores da localidade terão outro evento de tamanha proporção? Apenas na próxima temporada?

Campeonato

Iniciado com a participação de 32 equipes divididas em quatro grupos composto por oito times cada um deles, logo nas primeiras rodadas, os torcedores apontavam ou apostavam que, dos grupos 1 e 2 ou das chaves “A” e “B”, sairiam os prováveis finalistas da competição e é claro, o campeão.

Ferro Velho do Tatá

Ferro Velho do Tatá admite que chegou a hora de acertar uma antiga conta com o time adversário (Foto: Arquivo)

Essa certeza pelos torcedores e essa aposta (força de expressão) eram em função dos resultados aplicados pelas equipes que compunham os grupos citados.

Para se ter uma idéia, na 3ª rodadas, em jogos que reuniram os times dos dois grupos foram marcados 40 gols, número esse até então nunca registrado na referida competição.

Em contra partida, os jogos dos times que integravam os grupos 3 e 4 ou as chaves “C” e “D”, o número de gols marcados era bem mais modesto, não chegava nem perto e diante disso, todos os prognósticos apontavam como finalistas os times dos grupos que marcaram mais gols, mesmo porque, o futebol vive de gols.

Mas, mais uma vez o futebol mostrou que continua – mesmo com o uso da tecnologia, do tal do VAR – sendo uma caixinha de surpresas.

Finalistas

Neste sábado (24) o campeonato que terá a penúltima pagina escrita na atual temporada, terá os dois jogos validos pelas semifinais e é claro que deles, sairão os finalistas. Até aí, nenhuma novidade!

Surpresas

As surpresas estão nos times que participarão destes jogos e pasmem, dos quatro, dois deles, integraram justamente o grupo 3 ou a chave “C” se constituindo nas surpresas para os torcedores.

Um deles, o time do Vó Maria, que conquistou o titulo da referida competição em 2018 e que na fase classificatória, integrou o grupo 3, onde terminou a fase, na segunda colocação, com 16 pontos ganhos.

Apesar de ter na atualidade um elenco diferente, Vó Maria pretende repetir a dose do ano passado para chegar à mais uma decisão (Foto: Arquivo)

O outro time do grupo 3 que também se classificou e no transcorrer do campeonato não aparecia de forma alguma entre os favoritos, é o Tiradentes que na fase classificatória, foi o 5º colocado, também no grupo 3, somando apenas nove pontos, tendo marcado 11 gols e sofrido  também 11 gols. Com esse índice de aproveitamento é claro que ninguém apostaria nessa equipe que a partir de então, das fases seguintes, mudou de postura e com muita determinação tática e foco, chegou a uma das semifinais e hoje é vista com muito cuidado pelos demais.

Para chegar a tal fase, o Tiradentes desbancou o Novos Estados, que também já conquistou o titulo de campeão no referido campeonato e encerrou a fase classificatória como  o líder do grupo 4.

Depois, mais ousado, mas bem mais confiante, o Tiradentes encarou o então temido “bicho-papão” do futebol amador, o Astecon/Tusa, que ao longo da temporada apresentou disparadamente o melhor futebol, tanto que saiu do mesmo, de forma invicta.

No dia do jogo, uns chamavam o Astecon/Tusa de “Gigante” ou de “Golias do Futebol” e para rebater a “brincadeira”, outros falavam: “Já que ele é o Golias, enfrentará então o Davi” e o fim dessa história, toda a humanidade sabe! Pois o Tiradentes desbancou o todo poderoso Astecon/Tusa a quem derrotou nos tiros livres da marca do pênalti, após o time do Astecon/Tusa ter que correr atrás do empate por um gol.

E para “salvar” os grupos apontados como dos times favoritos restaram então o Irmãos Luiz, que foi o segundo colocado no grupo 1, conde somou 16 pontos, tendo marcado 26 gols e sofrido 14, mas que neste momento não quer ser chamado de “Golias”, em respeito ao adversário que vem desbancando muitos times “bons”.

E do grupo 2, também, se classificou o Ferro Velho do Tatá, o líder na fase classificatória com 18 pontos, tendo marcado 20 gols e sofrido apenas oito.

Decisão antecipada

Por força do regulamento, os dois finalistas do campeonato de 2018, se encontrarão agora, mas na fase semifinal, lembrando que no passado, time do Vó Maria que se reforçou com os jogadores que já defenderam times de profissionais no Estado, entre eles Uelisson Santana, Careca, Sapinho e Agnaldo, venceu na ocasião pelo placar de 4 x 1 e ficou com o título. Agora, tudo é uma incógnita.

Incógnita também quanto ao outro jogo, entre Tiradentes e Centro Automotivo Irmãos Luiz que pelo sim ou pelo não, manteve todos os radares ligados para evitar as desagradáveis surpresas, tais como aconteceram nos jogos das 2ª e 3ª fases.

Para quem gosta de futebol bem jogado e muito disputado, o organizador do evento, Júlio Cesar Souza, externa o convite a todos da Capital, para que prestigiem os jogos das semifinais, na Arena Campo Nobre no bairro Centro Oeste, neste sábado (24) a partir das 14h

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





Exibir botões
Esconder botões