redacao@gritoregional.com.br     (67) 9 8175-8904

Tudo sobre a região do Anhanduizinho

Tudo sobre a região do Anhanduizinho

Campo Grande, sexta-feira, 26 de novembro de 2021.

Ao lado do povo!

Após solicitação de Beto Avelar, Prefeitura encaminha projeto para prorrogação de contratos do PROINC

Por Gilson Giordano em 10/11/2021 às 16:37

Conhecedor das necessidades de quem mais precisa, vereador Beto Avela quer a inclusão das mulheres no projeto (Foto: Divulgação)

Entrou em tramitação na Câmara de Vereadores o Projeto de Lei nº 128 de autoria do Executivo Municipal que altera o prazo de vinculação ao Programa de Inclusão Profissional (Proinc) de dois para três anos de duração e cria a cota de 5% das vagas para mulheres vítimas de violência doméstica. A proposta foi solicitada ao Executivo pelo vereador Beto Avelar (PSD), líder do prefeito Marquinhos Trad na Câmara Municipal, que foi coordenador do Proinc no período de 2018 a 2020.

“O Proinc beneficia pessoas de baixa renda com um contrato de trabalho por um período de dois anos. Sempre foi um pedido dos trabalhadores a prorrogação desses contratos em razão do benefício social que o programa permite na renda familiar. Prorrogar o Proinc atende à política social do prefeito Marquinhos Trad que estende a mão para quem mais precisa com oportunidades, geração de emprego, renda e dignidade. Estamos trabalhando juntos para a aprovação desse Projeto de Lei”, afirma o vereador Beto Avelar.

Em julho o vereador Beto Avelar conseguiu a aprovação do projeto que impedia o desligamento dos beneficiários do Proinc durante o período de pandemia. Pela atual Legislação, os contratos que acabariam depois de junho de 2021 foram prorrogados até 28 fevereiro de 2022. Com a nova proposta, os contratos passariam automaticamente de dois para três anos.

Beto Avelar também explica que incluir as mulheres vítimas de violência é uma medida que amplia o acesso da mulher ao emprego, qualificação e renda, além de permitir que ela retome a vida plena e supere as adversidades. “Além disso, é uma nova política que proporciona condições para sustento da família, pois são sempre elas ficam com a guarda dos filhos em caso de separação”, conclui o vereador Beto.

0 Comentários

Os comentários estão fechados.

Exibir botões
Esconder botões