redacao@gritoregional.com.br     (67) 9 8175-8904

Tudo sobre a região do Anhanduizinho

Tudo sobre a região do Anhanduizinho

Campo Grande, quinta-feira, 21 de maio de 2020.

Em busca da solução!

Após reunião com titular da Semadur, locatários de campos de futebol farão documentos elencando as medidas que serão tomadas

Por Gilson Giordano em 21/05/2020 às 10:35

Locatários dos campos , formalizarão documentos para apresentarem à Semadur com as medidas de Biosseguranças (Foto: Divulgação)

Diante do silêncio por parte do prefeito Marquinhos Trad, que ficou de dar uma resposta quanto ao retorno do futebol amador na Capital de MS, neste domingo (17), no entanto, a tão aguardado anuncio, esperada com muita expectativa por parte de todos os envolvidos e praticantes da referida modalidade, não aconteceu, frustrando uma vez mais e ocasionando uma reunião entre os donos dos Espaços Esportivos (donos dos campos alugados) com o Secretário da Semadur que juntos, buscam uma solução visando à reabertura dos locais para a prática da modalidade e com isso, a volta dos jogos.

A reunião foi proposta pelo organizador e também locador de campo, Silvinho e o encontro aconteceu na Esplanda dos Ferroviários, nesta quarta-feira (20),  com o secretário Luis Eduardo Costa, titular da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur).

Durante a reunião, os proprietários dos campos de futebol que são locados para as práticas da modalidade estavam entre outros Beto Rezek, Beto Teles, Rafael, da Morena Sport, Marcinho, do Santo Gol e Luiz da Garolle, entre os demais que juntos elaboraram um documento e no mesmo, apresentam o plano de biossegurança no sentido de tentar o retorno o mais rápido possível, do futebol amador na Capital.

Na live desta quarta-feira (20), o prefeito Marquinhos Trad, ao contrário da live feita no dia 22 de abril, portanto há quase um mês, quando na ocasião ele deu o dia 17 de maio, como prazo para o anuncio sobre a volta das competições, desta feita o mesmo optou por não falar em data e nem dar prazo e com isso, não dar também nenhuma esperança.

Na live, o prefeito Marquinhos Trad, sempre com a voz pausada e antes de abordar o assunto, ainda que superficialmente, uma vez mais apresentou o balancete da doença (coronavírus) e lembrou que no dia 20 de maio, comemora-se o dia do Enfermeiro, do Auxiliar de Enfermagem e também do Pedagogo.

Quarta-feira… Eu que fui criado praticamente na área do esporte, no futebol, era o nosso dia. Toda quarta à noite, na época namorada, esposa e os filhos já reclamavam ‘de novo vai jogar bola’ e agora não tem mais (futebol)”, disse o Prefeito destacando ainda que, esteve com o titular da Semadur e falou a respeito da reunião.

Eles (locadores dos campos) estão pedindo o retorno da modalidade, alegando as dificuldades econômicas que estão passando”, disse o Prefeito comparando o mesmo problema, inclusive a Prefeitura.

Ainda na live, o Prefeito desta feita, sem datar e apenas citou que esta sendo criado um calendário para analisar quanto à possibilidade do retorno das peladas do futebol amador e que segundo o mesmo, “estaria com muita saudade”.

“Muita saudade. Saudade mesmo! Todos os campos de peladas dos bairros, das tardes de sábados, das manhãs de domingos que vai até quase uma e meia, duas horas, é muita saudade. Saudade mesmo! Mas a causa é maior”, disse, deixando entre parenteses a pandemia do coronavírus.

UEFA

Mostrando a força e o interesse quanto ao retorno da modalidade, os diretores da União  Esportiva de Futebol Amador (UEFA), participaram da reunião como convidados e Júlio do Campo Nobre, um dos diretores da entidade, acredita que a palavra chave neste momento é “União”.

Ele fez questão de afirmar que participou apenas como um espectador, pois o momento é de “união” entre todos os envolvidos no segmento, no caso o futebol amador.

“Temos que torcer para que isso (retorno) seja aprovado o quanto antes. Vamos lutar junto com eles (locatários dos campos), pois ao liberar esses espaços, abre um precedente para nós organizadores dos campeonatos de futebol amador,por isso, esse apoio é importante. “Vamos dar o apoio em massa a esses guerreiros que estão passando por um momento semelhante ou ate mesmo mais delicado do que o nosso”, disse Júlio do Campo Nobre, invocando a Deus quanto ao sucesso do projeto, para que o mesmo seja aprovado, fato esse que ajudará indiretamente a todos os organizadores. “União é a palavra chave do momento”, sentenciou Júlio.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!





Exibir botões
Esconder botões